Embora quando pensamos nas aves, a primeira imagem que nos vem à mente é a dos animais com asas grandes que lhes permitem voar, a realidade é que há muitas aves que não podem voar.

São pássaros como outras aves, pois compartilham com eles todas as suas características. Entretanto, devido à forma como evoluíram, mesmo tendo asas, não conseguem decolar do chão.

Existem diferentes tipos destas aves. Se voc√™ quiser conhecer 4 aves sem v√īo, continue lendo em Reino das Aves e descubra-as.

Aves que não voam: Características

As aves sem v√īo s√£o aves como as outras, mas com algumas diferen√ßas chave, portanto √© verdade que elas t√™m uma s√©rie de caracter√≠sticas que as diferenciam das demais.

aves que n√£o voam, reino das aves, pinguinos

Um exemplo desta diferenciação pode ser encontrado nos ossos de suas asas, que são consideravelmente menores do que no caso das aves voadoras.

Da mesma forma, vale a pena notar tamb√©m a redu√ß√£o ou aus√™ncia da quilha, um osso do peito que lhes permite desenvolver m√ļsculos mais fortes e maiores que permitem o uso das asas em v√īo.

Por outro lado, tamb√©m vale a pena mencionar que a maioria das aves sem v√īo sobreviveram em ambientes bastante isolados (embora n√£o todos, como √© o caso das avestruzes ou emas).

Em muitos casos, as aves sem v√īo evolu√≠ram de aves voadoras mas, na aus√™ncia de predadores, especializaram-se em viagens por terra e √°gua, o que requer menos energia, levando √† atrofia das asas at√© se tornarem aves sem v√īo.

Avestruzes (Struthio camelus)

Ostriches, cujo nome cient√≠fico √© Struthio camelus, √© um p√°ssaro sem v√īo, al√©m de ser o maior p√°ssaro existente hoje em dia.

aves que não voam, reino das aves, Struthio camelus De fato, embora a maioria não ultrapasse normalmente dois metros de altura, houve casos de exemplares que atingiram quase três metros de altura, um tamanho não desprezível.

Este p√°ssaro sem v√īo geralmente pesa cerca de 180 kg e, embora hoje s√≥ seja encontrado na √Āfrica, pensa-se que h√° muito tempo tamb√©m poderia ser encontrado na Pen√≠nsula Ar√°bica.

Existem quatro esp√©cies de avestruzes, que s√£o distribu√≠das em diferentes regi√Ķes da √Āfrica.

Uma das curiosidades desta ave é que, além da falta de dentes, ela também tem pouca mobilidade na língua. Isto significa que ele come alimentos praticamente no mesmo estado em que os encontra no ambiente.

Embora seja considerado um animal herbívoro, sabe-se que eles também podem se alimentar de carniça se tiverem a oportunidade.

Pinguins (Spheniscidae)

Outro p√°ssaro sem v√īo √© o pinguim. O nome cient√≠fico destes animais √© Spheniscidae, e existem diferentes esp√©cies de pinguins, embora todos eles sejam encontrados no hemisf√©rio sul.

Aves exóticas do chile, reino das aves, Spheniscus magellanicus Na verdade, o lugar onde a maioria dessas aves é encontrada é no continente Antártico, pois são um tipo de ave especialmente adaptada às temperaturas frias.

No entanto, os pinguins tamb√©m podem ser encontrados no sul da Am√©rica, na regi√£o da Patag√īnia, assim como no sul da Austr√°lia e Nova Zel√Ęndia.

Uma das raz√Ķes pelas quais estas aves n√£o podem voar √© a camada de gordura que cobre seus corpos sob sua pele, o que lhes permite suportar as temperaturas congelantes de seu habitat natural.

Entretanto, também aumenta consideravelmente seu peso, impedindo-os de voar. Isto é compensado pelo fato de serem excelentes nadadores, o que lhes permite caçar peixes nas águas geladas do Mar Antártico, seu principal alimento.

Dod√ī (Raphus cucullatus)

Esta √© uma ave sem v√īo, mas extinta. O dod√ī, cujo nome cient√≠fico √© Raphus cucullatus, era um p√°ssaro nativo das Ilhas Maur√≠cio, localizado no Oceano √ćndico e separado de Madagascar por menos de 1.000 quil√īmetros.

aves que não voam, reino das aves, Raphus cucullatus No entanto, é uma ave que se extinguiu no século XVII.

A causa de sua extinção se encontra na mão do homem. Quando os exploradores europeus chegaram às Ilhas Maurício, eles introduziram novas espécies, como porcos, cães ou gatos, entre muitas outras.

Isto significou que seus ninhos foram atacados por estas novas espécies que os dodos nunca tinham tido que enfrentar antes. Além disso, o fato de os dodos não terem tido contato com humanos significava que eles não os percebiam como uma ameaça, o que também levou à sua extinção.

Emu (Dromaius)

Outra ave sem v√īo √© a ema, cujo nome cient√≠fico √© Dromaius. Neste caso, √© a segunda maior ave sem v√īo, superada apenas pelas avestruzes.

aves que n√£o voam, reino das aves, Dromaius Este p√°ssaro sem v√īo √© nativo da Oceania. Eles s√£o aves on√≠voras, pois se alimentam de sementes e vegetais, assim como de pequenos animais, especialmente insetos.

Atualmente apenas a emu comum sobrevive, uma vez que o resto das espécies de emu estão extintas.

Uma das curiosidades desta ave é que, ao contrário da maioria das outras aves, ela tem ovos verdes escuros. Isto, além de sua curiosidade devido a sua diferenciação em relação ao resto dos ovos, também tem uma função importante.

Graças a esta cor particular, os ovos de emu são mais difíceis de ver, o que ajuda a evitar que sejam presas fáceis para predadores potenciais.

Outras aves que n√£o voam

Finalmente, expandimos a lista de aves sem v√īo com estas outras esp√©cies, das quais voc√™ pode conhecer algumas muito emblem√°ticas como o kiwi, mas outras menos conhecidas podem surpreend√™-lo, como o kakapo.

  • Cassowary (Casuario): existem tr√™s esp√©cies diferentes e s√£o encontradas em algumas regi√Ķes da Austr√°lia e Nova Guin√©. Eles se alimentam de frutas e fungos encontrados no solo, bem como de alguns animais menores, como insetos e alguns pequenos r√©pteis.
  • Kiwi: s√£o compostos por cinco esp√©cies, todas nativas da Nova Zel√Ęndia. √Č um p√°ssaro pequeno, ligeiramente menor que uma galinha comum. Caracteriza-se por seu corpo arredondado e plumagem marrom, assim como por seu bico longo e pontiagudo. Na capa deste artigo voc√™ pode ver este p√°ssaro sem v√īo.
  • Ema comum (√Ďand√ļ): esta √© uma ave sem v√īo semelhante √†s avestruzes, mas menor. Ela √© encontrada na Am√©rica do Sul, especificamente no norte da Argentina, Uruguai e sul do Brasil.
  • Kag√ļ: √© um p√°ssaro sem v√īo que est√° amea√ßado de extin√ß√£o. √Č nativo das ilhas da Nova Caled√īnia, localizadas na Melan√©sia, ao leste da Austr√°lia. Sua principal amea√ßa √© que p√Ķe um √ļnico ovo em seu ninho, localizado no ch√£o, onde √© vulner√°vel ao ataque de ratos e gatos introduzidos em seu ecossistema pelo homem.
  • Kakapo: este tamb√©m √© um p√°ssaro sem v√īo que est√° amea√ßado. √Č o √ļnico papagaio sem v√īo que existe, al√©m de ser tamb√©m o papagaio com o maior peso corporal em rela√ß√£o ao seu tamanho pelo mesmo motivo. √Č end√™mica para a Nova Zel√Ęndia. Voc√™ pode ver esta ave na imagem abaixo.
Categorías: Notícias

0 comentarios

Deja una respuesta

Marcador de posición del avatar

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *