Há muitas aves estranhas que nos deixam sem palavras quando as vemos. Aqui estão alguns que são muito especiais e diferentes do que costumamos ver. Você os conhece?

As aves raras do reino das aves

De todos os animais, as aves s√£o os mais variados por causa de seu n√ļmero de esp√©cies, tamanhos e cores. At√© mesmo seu comportamento √© diferente; alguns s√£o mais calmos e outros mais agressivos.

bom é que isto nos permite descobrir o tempo todo aves que não conhecíamos em lugares diferentes. Vamos ver quais são os pássaros raros do mundo.

O Ibis gigante (Thaumatibis gigantea)

Aves exóticas, reino das aves, Thaumatibis gigantea, O Ibis gigante

O íbis gigante (Thaumatibis gigantea) é uma ave enorme, o maior membro de sua família.

Nativo do Camboja, é tido em especial consideração por ornitólogos, naturalistas e conservacionistas devido a sua raridade e tamanho excepcional.

Tendo ocupado vastas áreas do sudeste asiático continental, a população muito diminuída está agora concentrada no Camboja, com alguns poucos indivíduos no Laos e Vietnã.

√Č classificado como criticamente amea√ßado, devido aos efeitos da ca√ßa e da atividade humana.

√Āguia macaco o √Āguia Filipina (Pithecophaga jefferyi)

Aves ex√≥ticas, reino das aves, √Āguia Filipina, Pithecophaga jefferyi

A águia filipina é uma das maiores e mais poderosas aves de caça do mundo.

Foi chamada de ¬ę√°guia macaca¬Ľ ao ser descoberta em 1896 com base em relatos nativos de que s√≥ se alimentava de macacos, mas resulta no estudo do relat√≥rio da √°guia filipina que tamb√©m se alimenta de ratos, aves, grandes lagartos, cobras e leit√Ķes.

A águia macaco ou águia filipina é encontrada na floresta tropical das Ilhas Filipinas.

Como a maioria das √°guias, elas s√£o mon√≥gamas e permanecem juntas aos pares para toda a vida, quando p√Ķem um ovo incubam-no por 60 dias e permanecem com as crias por 20 meses, no ano seguinte ele n√£o eclode e essa √© uma das raz√Ķes pelas quais ele est√° em extin√ß√£o.

Sula de pés azuis (Sula nebouxii)

Aves exóticas, reino das aves, Sula de pés azuis, Sula nebouxii

A ave de patas azuis (Sula nebouxii) é uma espécie de ave pelecaniforme da família Sulidae, exclusiva do Pacífico americano.

Habita as costas entre o Peru e o Golfo da Califórnia, assim como as Ilhas Galápagos, onde coexiste com seu parente, o booby de pés vermelhos (Sula sula sula).

Nas Galápagos foi um dos animais cuidadosamente estudados por Charles Darwin em seu trabalho sobre a evolução das espécies.

A cor azul intensa característica de suas pernas vem dos pigmentos carotenóides que vêm de sua dieta, pois estas aves são incapazes de sintetizar os carotenóides e têm de assimilá-los através da alimentação.

Eles se aninham em qualquer √©poca do ano. A ninhada √© geralmente um √ļnico ovo ou √†s vezes 2 ou 3, que incubam durante 44 dias.

Puffin (Fratercula arctica)

Aves exóticas, reino das aves, Puffin, Fratercula arctica

Fratercula é um gênero de aves caradriformes da família Alcidae, comumente conhecida como puffins. Eles são nativos de áreas árticas e sub-árticas.

√Č uma ave marinha de cerca de 30 cm de apar√™ncia curiosa. Suas asas parecem muito curtas e fracas; √© uma ave que nidifica e vive apenas em √°reas de penhascos √≠ngremes, dos quais se lan√ßa no vazio para que suas pequenas asas possam se abanar efetivamente.

Seria incapaz de voar sobre uma superfície plana. Embora pareça uma ave inofensiva, defendendo seu território e especialmente suas crias, ela pode ser bastante agressiva para os predadores, como as gaivotas, por exemplo.

Alimenta-se de peixes pequenos, por isso mergulha e mergulha de forma semelhante aos pinguins. Para alimentar seus filhotes, ele pode carregar até vinte peixes em seu bico.

Com seu bico estranho, ele tamb√©m cava uma toca, pois p√Ķe seus ovos (um por par) no subsolo.

Elas incubam por um período de 40 a 42 dias até que o pintinho nasça. Com 7-8 semanas, os filhotes são capazes de voar.

Nictibio uruta√ļ ou Potoo (Nyctibius griseus)

Aves ex√≥ticas, reino das aves, uruta√ļ, Nyctibius griseus

O nictibio uruta√ļ (Nyctibius griseus), tamb√©m conhecido como nictibio, potoo, uruta√ļ comum, ave fantasma, biemparado do norte, ave de estaca menor ou veado comum, √© uma esp√©cie de ave caprimulgiforme da fam√≠lia Nyctibiidae encontrada na Am√©rica Central e do Sul, desde a Nicar√°gua at√© o norte e nordeste da Argentina.

√Č uma esp√©cie sedent√°ria que habita bosques e savanas abertas. Ele p√Ķe um √ļnico ovo branco lil√°s manchado diretamente em uma depress√£o em um galho ou tronco de √°rvore.

Tem de 33 a 38 cm de comprimento total e é cinzento-pálido a castanho, finamente estriado com preto. Tem grandes olhos alaranjados ou amarelos.

O uruta√ļ menor pode ser manchado √† noite pelo reflexo da luz de seus olhos amarelos ou por seu grito melanc√≥lico persistente, como um lamento humano, que diminui em intensidade e volume.

No Peru √© conhecida como ayaymama por causa de sua can√ß√£o que se assemelha ao lamento de uma crian√ßa dizendo ¬ęAy, ay, mama¬Ľ, al√©m disso, esta can√ß√£o peculiar deu origem a uma lenda da Mitologia da Amaz√īnia peruana. √Č tamb√©m conhecida como ¬ęa ave com os olhos salientes¬Ľ.

O Kiwi (Apteryx australis)

Aves exóticas, reino das aves, kiwi, Apteryx australis

O ave kiwi comum (Apteryx australis), também conhecido como tokoeka, é uma espécie de ave estruiforme da família Apterygidae.

Os kiwis s√£o um clade de p√°ssaros paleonatos que consiste em cinco esp√©cies end√™micas da Nova Zel√Ęndia. S√£o pequenas aves sem v√īo, mais ou menos do tamanho de uma galinha.

O nome kiwi √© Maori (idioma do povo hom√īnimo da linhagem malaio-polin√©sia que colonizou a Nova Zel√Ęndia antes da chegada dos europeus).

Parece que, por raz√Ķes evolutivas e de adapta√ß√£o ao ecossistema, a penugem n√£o chegou ao est√°gio de penas verdadeiras, adotando a apar√™ncia caracter√≠stica de cerdas macias que a plumagem do kiwi tem.

Enquanto as aves geralmente t√™m ossos ocos para economizar peso e tornar o v√īo mais pr√°tico, o kiwi tem medula, assim como os mam√≠feros.

Noite de Natal Island Nightjar (Fregata andrewsi)

Aves exóticas, reino das aves, Fregata andrewsi

O ave negra da Ilha de Natal (Fregata andrewsi) é uma espécie de ave suliforme da família Fregatidae endêmica da Ilha de Natal e criticamente ameaçada de extinção.

√Č um p√°ssaro grande, medindo entre 90 e 100 cm. Plumagem preta, com uma barriga branca e uma faixa branca na parte superior da asa.

Tem a cauda característica dos rabihorcados, fortemente bifurcada. O macho tem uma cultura vermelha que incha durante o cortejo, tem também um bico curvado cinza escuro.

A fêmea difere dele porque, além da barriga, sua garganta e barriga também são brancas; seu bico é rosa; e ela tem vermelho ao redor do olho.

Ela se reproduz somente na Ilha de Natal, embora ocasionalmente se alimente nos mares do Arquipélago Malaio. A principal razão para seu declínio, e uma de suas maiores ameaças à conservação, é a destruição do habitat causada pela mineração (fosfato).

Outras poss√≠veis amea√ßas √† esp√©cie s√£o as gracilipes Anoplolepis introduzidas, que se espalhou por grande parte da ilha, que depreciou severamente as popula√ß√Ķes de caranguejo, e fen√īmenos estoc√°sticos como os ciclones.

Cálao do Yelmo (vigília Rhinoplax)

Aves exóticas, reino das aves, Cálao do Yelmo, vigília Rhinoplax

O caranguejo-de-chifre ajudado (vigília Rhinoplax) é um dunlin pertencente à família Bucerotidae, nativo da Península Malaia e das ilhas de Sumatra e Bornéu.

√Č o p√°ssaro oficial da prov√≠ncia indon√©sia de Born√©u Ocidental. √Č uma ave grande que tem uma plumagem negra cobrindo quase todo o corpo, exceto as pernas, barriga e cauda, que s√£o brancas.

O comprimento do corpo √© de aproximadamente 1 a 1,20 metros, sem contar as penas do rabo, que aumentam em 50 cm de tamanho. O casco do chifre com capuz √© s√≥lido, e seu cr√Ęnio, incluindo o casco e a conta, pode ser respons√°vel por at√© 10% do peso total da ave.

Esta ave se alimenta principalmente de frutas, especialmente figos. Também é provável que use seu casco como uma ferramenta pesada para cavar em madeira podre ou solta em busca de insetos ou presas.

O povo Punan Bah da Malásia tem a crença de que o caracol de chifre de bahia é o guardião do rio entre a vida e a morte.

O Quetzal (Pharomachrus mocinno)

Aves exóticas, reino das aves, Quetzal, Pharomachrus mocinno

Os Quetzals (Pharomachrus) s√£o um g√™nero de aves da fam√≠lia dos trog√Ķes (Trogonidae). Eles t√™m uma dieta variada, incluindo muitas frutas (a maioria de louro), bem como insetos e sapos. Seu habitat √© a floresta montanhosa, em √°reas √ļmidas.

Eles geralmente colocam dois ovos (azul claro) por ninhada em um buraco em uma √°rvore.

Esta ave desempenha um papel importante na mitologia pr√©-hisp√Ęnica e moderna da regi√£o. Os reis e sumos sacerdotes usavam toucas de penas de quetzal.

Na voz de Nahuatl quetzal significa precioso ou belo, em outras vozes mesoamericanas significa sagrado ou erigido.

Uma lenda guatemalteca diz que o quetzal costumava cantar lindamente antes da conquista espanhola, mas desde então tem estado em silêncio, mas cantará novamente quando a terra estiver verdadeiramente livre. O Quetzal é a ave nacional da Guatemala.

Abubilla (Upupa epops)

Aves exóticas, reino das aves, Abubilla, Upupa epops

Este animal √© encontrado na √Āfrica, Europa e √Āsia, e √© amplamente reconhecido por sua coroa de penas.

No Egito, eles eram sagrados e s√≠mbolos de virtude na P√©rsia, embora tamb√©m tenham m√° reputa√ß√£o como ladr√Ķes em grande parte da Europa. Alimenta-se de insetos, minhocas e pequenos sapos e, ao enfiar a cabe√ßa no ch√£o, pode abrir seu bico para procurar alimentos.

Aves do paraíso (Paradisaeidae)

Aves exóticas, reino das aves, Aves do paraíso, Paradisaeidae

Dentro desta fam√≠lia existem mais de tr√™s d√ļzias de esp√©cies, que se distinguem pelo n√ļmero de cores, entre as quais est√£o o amarelo, azul, vermelho e verde.

√Č uma ave muito famosa n√£o apenas por suas longas penas vistosas, mas tamb√©m por seus sons e movimentos que fazem dela um belo animal para se olhar.

Como eles têm uma grande variedade de alimentos ao seu alcance, eles passam a maior parte de seu tempo livre atraindo seus companheiros com suas cores e movimentos. Isto é o que os torna tão atraentes aos olhos.

Marabu africano (Leptoptilos crumenifer)

Aves exóticas, reino das aves, Marabu africano, Leptoptilos crumenifer

Eles se distinguem por seu rosto estranho, com um bico muito longo que utilizam para comer carniça, semelhante aos abutres.

Quando encontram os restos de um animal morto ou algum outro resíduo, eles usam o bico para comer sem causar alarido e levando apenas o que precisam.

Condor Califórnia (Gymnogyps californianus)

Aves exóticas, reino das aves, Condor Califórnia, Gymnogyps californianus

Só de olhar para ele podemos ver que não é um pássaro amigável. Sua dieta consiste em carniça, aproveitando os animais mortos que encontra em seu caminho.

Eles podem viver at√© 50 anos e suas asas, estendidas, medem tr√™s metros. Estas asas s√£o utilizadas para deslizar, percorrendo longas dist√Ęncias sem mesmo ter que bater as asas.

Sem d√ļvida, h√° muito mais p√°ssaros estranhos vagando pelo mundo, alguns est√£o prestes a se extinguir, mas tamb√©m novas esp√©cies foram descobertas. Essas raras aves colorem o mundo com suas peculiaridades, seja na selva ou nas cidades.

Qual é a ave mais rara do mundo?

O guacharo ou ave das cavernas (Steatornis caripensis) não está na lista porque não está em perigo, no entanto, é provavelmente a ave mais rara de todas devido a sua história evolutiva. Ou seja, é diferente de qualquer outro.

Quais s√£o as aves mais raras do mundo?

  • O gigante ibis (Thaumatibis gigantea)
  • √Āguia macaco o √Āguia Filipina (Pithecophaga jefferyi)
  • √Āguia macaco o √Āguia Filipina (Pithecophaga jefferyi)
  • Puffin (Fratercula arctica)
  • Nictibio uruta√ļ ou Potoo (Nyctibius griseus)
  • O Kiwi (Apteryx australis)
  • Noite de Natal Island Nightjar (Fregata andrewsi)
  • C√°lao do Yelmo (vig√≠lia Rhinoplax)
  • O Quetzal (Pharomachrus mocinno)
  • Abubilla (Upupa epops)
  • Aves do para√≠so (Paradisaeidae)
  • Marabu africano (Leptoptilos crumenifer)
  • Condor Calif√≥rnia (Gymnogyps californianus)

Qual é a ave mais difícil de ser encontrada?

Condor da Califórnia. Esta ave está sob ameaça crítica de extinção devido à caça e à perda do habitat.

Esta ave é difícil de encontrar ou localizar porque é encontrada em lugares altos, como penhascos ou falésias.

Categorías: Aves exóticas

0 comentarios

Deja una respuesta

Marcador de posición del avatar

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *