Os abutres s√£o p√°ssaros incr√≠veis, mas muitas vezes s√£o mal-entendidos. Aprender como estas aves s√£o √ļnicas pode ajud√°-lo a apreciar melhor seu lugar na avifauna mundial e como √© importante sua conserva√ß√£o cont√≠nua.

Quantas destas aves abutres você conhece?

O que é um abutre?

Um abutre é uma grande ave de rapina com a cabeça e o pescoço mais ou menos desnudados de penas. Em diferentes partes do mundo e dependendo da espécie, os abutres também podem ser chamados de abutres ou condores.

Trivialidades dos abutres

Desde características fisiológicas distintas até seu importante papel ecológico no mundo, os seguintes fatos o levarão a conhecer estes panfletos muito poderosos.

Características físicas sobre abutres

 

  • Os abutres t√™m a cabe√ßa relativamente nua e muitas vezes o pesco√ßo nu, o que impede que as penas se acasalem com sangue quando os abutres se alimentam de carca√ßas.
  • Os abutres t√™m pernas e p√©s relativamente fracos com garras rombas, embora tenham contas poderosas. Se uma carca√ßa for muito r√≠gida para que se rasgue, eles esperam que outro predador abra a carne antes de se alimentarem. √Č por isso que os abutres s√£o frequentemente vistos com outros animais carn√≠voros, como hienas, coiotes e √°guias.
  • O √°cido estomacal de um abutre √© significativamente mais forte e corrosivo do que o de outros animais ou aves. Isto permite que estes necr√≥fagos se alimentem de carca√ßas em decomposi√ß√£o que podem estar infectadas por bact√©rias perigosas, porque o √°cido matar√° essas bact√©rias para n√£o amea√ßar o abutre.
  • Os abutres urinam em suas pernas e p√©s para esfriar nos dias quentes, um processo chamado uroidrose. Sua urina tamb√©m ajuda a matar quaisquer bact√©rias ou parasitas que tenham capturado ao caminhar atrav√©s de carca√ßas ou empoleirar-se em animais mortos.
  • Os abutres do Novo Mundo n√£o possuem syrinx (voicebox) e s√£o quase silenciosos. Eles n√£o t√™m can√ß√Ķes e suas vocaliza√ß√Ķes t√≠picas s√£o limitadas a grunhidos, assobios, barulhos e sons similares que n√£o exigem cordas vocais complexas.
  • O condor andino, encontrado na Am√©rica do Sul, tem a maior envergadura de asas de qualquer abutre do mundo, com uma extens√£o de 10 a 11 p√©s quando a ave estende suas asas.
  • O abutre de capuz √© uma das menores destas aves, com uma envergadura de asas de apenas 1,5 m. Ele √© encontrado na √Āfrica subsaariana.

Hábitos de alimentação dos abutres

Abutres

  • Os abutres s√£o carn√≠voros e comem carne de carni√ßa quase exclusivamente. Eles preferem carne fresca, mas podem consumir carca√ßas que podem ter apodrecido tanto que a carne pode ser t√≥xica para outros animais. Isto d√° aos abutres um papel ecol√≥gico √ļnico e importante, pois eles ajudam a evitar a propaga√ß√£o de doen√ßas de cad√°veres em decomposi√ß√£o.
  • Os abutres t√™m excelentes sentidos da vis√£o e do olfato para ajud√°-los a localizar os alimentos, e podem encontrar um animal morto a uma milha ou mais de dist√Ęncia. Por causa disso, os abutres muitas vezes t√™m grandes territ√≥rios e passam muito tempo voando para localizar sua pr√≥xima refei√ß√£o.
  • √Č um mito que os abutres circulam animais moribundos esperando para se alimentar. Estas aves s√£o voadoras poderosas e voam sobre as t√©rmicas (colunas de ar ascendente) enquanto buscam alimento, mas n√£o conseguem sentir quando um animal est√° morrendo. Quando localizam uma carca√ßa pelo cheiro, pela vis√£o ou pelo som de outras aves se alimentando, eles se aproximam rapidamente antes que outros predadores a encontrem.
  • Enquanto os abutres comem principalmente animais mortos, eles s√£o capazes de atacar e, muitas vezes, se aproveitam de presas extremamente doentes, feridas ou enfermas. Isto √© mais comum se a comida tem sido escassa e n√£o h√° carca√ßas nas proximidades.
  • √Č um mito que os abutres se alimentam de animais saud√°veis, mas ainda s√£o regularmente perseguidos por fazendeiros e fazendeiros que acreditam que as aves s√£o uma amea√ßa para seus animais. Eles podem, no entanto, presas de animais mortos e p√≥s-nascidos ou animais natimortos em rebanhos de reprodu√ß√£o, embora estes incidentes sejam raros.
  • Como os abutres t√™m patas e patas fracas, eles n√£o carregam as presas de volta para seus filhotes. Em vez disso, eles se desfilam em uma carca√ßa e regurgitam os alimentos de sua colheita para alimentar seus filhotes.

Espécie Comportamento

Abutres

  • Ao contr√°rio de muitos aves de rapina, os abutres s√£o relativamente sociais e muitas vezes se alimentam, voam ou empoleiram-se em grandes bandos. Um grupo de abutres √© chamado de comit√™, local de reuni√£o, ou volt. Em v√īo, um bando de abutres √© uma chaleira, e quando as aves se alimentam juntas em uma carca√ßa, o grupo √© chamado de vel√≥rio.
  • Quando amea√ßados, os abutres vomitam para aliviar seu peso corporal, para que possam escapar mais facilmente para o v√īo. O v√īmito tamb√©m serve como um mecanismo de defesa para deter predadores que possam estar amea√ßando as aves.
  • Ap√≥s o acasalamento, os abutres negros comuns n√£o constroem ninhos. Em vez disso, eles podem depositar seus ovos diretamente no ch√£o, ou depositar e fazer ninhos em cavidades escuras e vazias encontradas em √°rvores ocas ou tocos, cavernas, penhascos, edif√≠cios abandonados, ou pilhas de pincel.
  • Existem 23 esp√©cies de abutres no mundo, e pelo menos um tipo de abutre √© encontrado em todos os continentes, exceto na Austr√°lia e na Ant√°rtida.
  • Estas s√£o aves relativamente adapt√°veis encontradas em diversos habitats, incluindo sub√ļrbios, mas mesmo com essa adaptabilidade, 14 esp√©cies s√£o consideradas amea√ßadas ou em perigo de extin√ß√£o.
  • As esp√©cies de abutres s√£o divididas em grupos do Novo Mundo (Am√©ricas e Caribe) e do Velho Mundo (Europa, √Āsia e √Āfrica), dependendo de suas √°reas de distribui√ß√£o. H√° mais esp√©cies de abutres no Velho Mundo, e eles n√£o est√£o intimamente relacionados com os abutres do Novo Mundo. Os dois grupos s√£o freq√ľentemente considerados juntos, no entanto, porque preenchem um nicho ecol√≥gico semelhante. Os abutres do Novo Mundo podem estar mais intimamente relacionados com as cegonhas do que com outros abutres.

 

Abutres

Diversos

  • Os abutres enfrentam muitas amea√ßas que est√£o amea√ßando suas popula√ß√Ķes. O envenenamento √© a maior amea√ßa aos abutres, principalmente por toxinas ou chumbo nas carca√ßas que eles comem. Outros perigos incluem colis√Ķes de carros, pois eles se alimentam de mortes em estradas e eletrocuss√£o por colis√Ķes com linhas el√©tricas.
  • Os cientistas estudam os sentidos e habilidades √ļnicas dos abutres e est√£o considerando usar as aves para ajudar a encontrar corpos de crimes. Estudar como um abutre encontra um corpo e qu√£o rapidamente ele pode consumir o corpo pode ser √ļtil para a an√°lise forense.
  • Os abutres desfrutam de suas pr√≥prias f√©rias, o Dia Internacional da Conscientiza√ß√£o dos Abutres, que √© comemorado no primeiro s√°bado de cada setembro. Centenas de zool√≥gicos, avi√°rios, reservas naturais e ref√ļgios de aves no mundo inteiro participam todos os anos com atividades divertidas e informativas sobre abutres, ajudando a todos a aprender o qu√£o interessantes e valiosas s√£o essas aves.
Categorías: Notícias

0 comentarios

Deja una respuesta

Marcador de posición del avatar

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *